Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Cursos de extensão > Modelo Ecológico Funcional na Educação de Alunos com Deficiência Múltipla
Início do conteúdo da página

Modelo Ecológico Funcional na Educação de Alunos com Deficiência Múltipla

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Publicado: Sexta, 01 de Setembro de 2017, 11h57 | Última atualização em Quarta, 05 de Setembro de 2018, 15h29 | Acessos: 6144

Público: Professores e acadêmicos da área da Educação.

Ementa: Conceituação de deficiência múltipla; o que é o Modelo Ecológico Funcional e a sua importância para a família e para o desenvolvimento social do educando (na família, escola e comunidade); o conhecimento do educando; as diretrizes metodológicas e as grandes áreas curriculares.

Objetivos: Propiciar aos participantes conhecimentos básicos da abordagem ecológica funcional, facilitando a inclusão de alunos com deficiência múltipla.

Carga horária total: 40 horas/aula.

Pré-requisitos: Não há.

Nº de vagas: 25

Período do curso: de 03 a 07/12/2018 - ALTERADA PARA 10 A 14/12/2018 (alteração realizada em 05/09/2018. Em caso de dúvidas, entrar em contato por meio do telefone (21) 3478.4455 ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. )

Horário: de segunda a sexta-feira, das 8 às 16:40 horas.

Período de pré-inscrições: de 01 a 29/09/2018

Documentos obrigatórios:
Ficha de pré-inscrição preenchida na íntegra
Documento de identidade.
Certificado de conclusão de curso na área da Educação ou declaração da Instituição de ensino que é aluno regularmente matriculado em curso desta área.
Foto 3 x 4 recente 

Leitura obrigatória: Orientações gerais para pré-inscrição em cursos/oficinas e outras informações importantes

Alojamento: Será disponibilizado alojamento aos participantes previamente autorizados. Ler o item “Leitura obrigatória”.

Para certificação: Frequência mínima de 75% e entrega à DEA da avaliação de reação/satisfação identificada e preenchida.

Atenção: Solicitamos aos cursistas que tragam um pendrive novo, pois a professora disponibilizará vários textos de apoio.

Professora: Elisabeth Ferreira de Jesus.

Breve currículo:
Pedagoga, pós-graduada em Deficiência Múltipla (UERJ) e Especialista em Psicomotricidade (IBMR). É professora do Instituto Benjamin Constant (IBC) desde 1985, atuando na área de Práticas Educativas para uma vida Independente (PEVI). Atualmente, coordena o Programa Educacional Alternativo do IBC.

Programa:
1. Conceituação de deficiência múltipla.
2. Modelo ecológico funcional.
     - Raízes históricas da abordagem ecológica.
     - Pressupostos filosóficos.
     - Princípios norteadores.
     - Conhecimento do educando.
     - Diretrizes metodológicas.
     - As grandes áreas curriculares.
3. As atividades extracurriculares e sua importância para o desenvolvimento global do aluno com deficiência múltipla.

Metodologia: Aulas teóricas e atividades práticas.

Avaliação: Não há.

Bibliografia:
1. ANTUNES, Celso. Professores e professauros: reflexões sobre a aula e práticas pedagógicas diversas. 3ª edição. RJ:Vozes, 2009.
2. BOATO, Elvio M.. A caminho de um ensino mais que especial. Brasília:Hildebrando e autores associados, 1998.
3. ______________. Henri Wallon e a deficiência múltipla – uma proposta de intervenção pedagógica. SP:Loyola, 2009.
4. BRONFENBRENNER, Urie. A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.
5. BRUNO, Marilda M.G. Avaliação educacional de alunos com baixa visão e múltipla deficiência na educação infantil. Dourados, MS: UFGD, 2009
6. BUSCAGLIA, Leo C. Os deficientes e seus pais. 2ª edição. RJ: Record, 1993
7. CARDOSO, Maria Cecilia de F. Abordagem ecológica em educação especial: fun­damentos básicos para o currículo. Brasília: CORDE, 1997.
8. __________________________. Adaptando o conteúdo utilizando grandes áreas curriculares. Brasília: CORDE, 1997.
9. CODEL, Esmé R. Uma professora fora de série. RJ: Sextante, 2004.
10. ELIAS, Marisa Del Cioppo. Célestin Freinet – uma pedagogia de atividade e cooperação. RJ:Vozes, 1997.
11. GALVÃO, lzabel. Henri Wallon: uma concepção dialética do desenvolvimento infantil. Petrópolis, RJ: Vozes, 1995.
12. GLAT, Rosana e KADLEC, Verena P. Seidl. A criança e suas deficiências: métodos e técnicas de atuação pedagógica. RJ:Agir. 1984
13. JESUS, Elisabeth F. Deficiência múltipla e o modelo ecológico funcional. Benjamin Constant, revista nº 10— Ano 4. Setembro. 1998.
14. KASSAR, Mônica de C. M. Deficiência múltipla e educação no Brasil: discurso e silêncio na história de sujeitos. Campinas: Autores Associados, 1999.
15. KIRK, Samuel; GALLAGHER, James. Educação da Criança excepcional. Tradução Zanella. SP: Martins Fontes, 1987.
16. MEC / SEESP. Política Nacional de Educação Especial- livro 1. Brasília: Seesp, 1994.
17. MEC / SEESP. Programa de capacitação de recursos humanos de ensino fundamental: Deficiência múltipla Vol. 1 e 2. Brasília: Seesp, 2000.
18. REGO, Teresa C. Vygotsky: uma perspectiva histórica-cultural da educação. Petrópolis: Vozes, 1995.
19. ROBINSON, John Elder. Olhe nos meus olhos: minha vida com a sindrome de Asperger. SP: Larousse do Brasil. 2008.
20. SINANSON, Valerie. Compreendendo seu filho deficiente. RJ: Imago. 1993.
21. BATISTA, Cristina Abranches Mota. Educação inclusiva: atendimento educacional especializado para a deficiência mental. 3ª ed.- Brasília: MEC, SEESP, 2007.
22. Brasil. Ministério da saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com transtornos do Espectro do Autismo (TEA). – Brasília: Ministério da Saúde, 2014.
23. CUNHA, Eugenio. Autismo na escola: um jeito diferente de aprender, um jeito diferente de ensinar – idéias e práticas pedagógicas. – RJ: Wak Editora, 2013.
24. DRAGO, Rogério (organizador). – Síndromes: conhecer, planejar e incluir. – RJ: Wak Editora, 2012.
25. GODÓI, Ana Maria de. Educação Infantil: saberes e práticas da inclusão: dificuldades acentuadas de aprendizagem: deficiência múltipla. 4ª ed. AACD... [et.al.]. – Brasília: MEC, Secretaria de Educação Especial, 2006.
26. ISAACSON, Rupert. – Uma cura para meu filho: como a convivência com os cavalos salvou um menino do autismo. Tradução Paulo Afonso. – RJ: Objetiva, 2011.
27. MELLO, Ana Maria S. Ros de – Autismo: guia Prático. 7ª Ed. SP: AMA. Brasilia: COORDE, 2007.
28. PALACIO, R.J – Extraordinário. Tradução Rachel Agavino. RJ: Intrínseca, 2013.
29. SUPLINO, Maryse. Currículo funcional natural: guia prático para a educação na área do autismo e deficiência mental. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, Coordenadoria Nacional para a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, Maceió: ASSISTA, 2005.

Fim do conteúdo da página